Eu apostaria as minhas fichas no Burchfield Vituri Quartet

burchfield-vituri-quartet

Tá surgindo em Boston um projeto interessantíssimo de jazz moderno. Não que eu não seja suspeito pra falar, mas realmente bateu forte quando ouvi. É o Burchfield Vituri Quartet, quarteto cujos dois arranjadores são Tyler Burchfield e Pedro Vituri — sim, meu irmão, no caso.

Eles colocaram hoje (terça-feira, 19/8) o soundcloud do grupo no ar, por ora com duas faixas: ‘Stump Knocker’, escrita pelo Tyler em referência a uma cerveja da Flórida, de onde ele vem, e ‘Luz e Sombra’, do Pedro (ou Mojica), que segue uma onda bem abrasileirada, claro. (no fim do post, você encontra o player para escutá-las)

O Tyler é multi-instrumentista, toca todos os saxes, clarinete, clarinete-baixo, flauta e por aí vai; ele estudou na Universidade de Miami e se mudou pra Boston por causa de um mestrado no New England Conservatory. Acabou ficando por lá e acolheu meu irmão no ano passado, em agosto. O Pedro faz música desde criança, e aí, quando precisou escolher o que fazer da vida, continuou com a música. Veio pra São Paulo, fez dois anos na Faculdade Souza Lima e vai terminar a graduação na Berklee College of Music.

Diz o profile dos meninos:

The Burchfield-Vituri Quartet is a project by Boston based musicians Tyler Burchfield and Pedro Vituri. With original compositions and arrangements of both Brazilian and American standards, they strive to have an original sound with a wide range of influences, from traditional and modern Brazilian music, to modern classical, passing through jazz, R&B and rock. The group has a mixture of straight-ahead material and free improvisation, going for a modern sound while paying homage to various traditions.

Os dois tinham vontade de gravar alguns temas juntos, e aí se agruparam com o Jacob Cole (que gravou a bateria) e o Simón Willson (o baixo). “Apesar de já conhecermos os dois antes, vimos que eles seriam boas escolhas pro tipo de música que estávamos elaborando, por eles dois terem groove, swing, mas também abertura pra tocar free“, disse o meu irmão aqui pelo gtalk.

As gravações foram feitas todas ao vivo, no estúdio, com Bill Whitney, que trabalhava pra Harmonix (aka a empresa que faz o Rock Band, o game). A sessão foi on the spot; em outras palavras, sem ensaio, com arranjos decididos meio na hora e diferentes em cada take.

No fim do ano, Tyler e Pedro vêm pra cá e devem organizar umas gigs com dois caras da pesada — o Rodrigo, de Maringá, e o Peter, de Chicago, que já tocou no Brasil. Quando tiver algo mais fechado e agendado, aviso.

Pra falar com eles, é só escrever: burchfield.vituriquartet@gmail.com. Mais abaixo, as músicas.

- – -

update: eu acabei demorando pra colocar aqui, mas o B Side do que eles gravaram também já está disponível; as quatro faixas estão no player.

 

* * *

About these ads

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: